Dia 8 de março comemoramos o dia Internacional da Mulher, data que foi oficializada pela Organização das Nações Unidas e que simboliza a luta histórica das mulheres contra a desigualdade, o machismo e a violência. Data importante para refletir sobre as conquistas femininas e as desigualdades que, muitas vezes, ainda persistem.

A partir da temática luta feminina e suas conquistas ao longo dos anos, a professora Raquel Lima Alves implementou o projeto “Inspiring Women = Mulheres Inspiradoras”, com o intuito de disseminar histórias de vida de mulheres fortes e suas conquistas. A partir da leitura e interpretação de biografias, o projeto contribuiu para o aprendizado de língua portuguesa e inglesa, promovendo ações de valorização do papel feminino na sociedade aos alunos do Colégio Estadual Céu Azul, em Valparaíso de Goiás (GO).

Para conhecer o projeto da professora Raquel Lima Alves na íntegra acesse clicando aqui

Originalmente o projeto foi aplicado pela primeira vez, pela professora Gina Vieira Ponte de Albuquerque, vencedora do PPB 2014, sendo replicado e adaptado pela professora Raquel Lima Alves em suas aulas de inglês, como uma forma de reconhecer a relevância e atualidade do tema.

A iniciativa implementada pela professora Raquel selecionou 75 nomes de mulheres inspiradoras para um mergulho nas suas realizações e histórias. Frida Kahlo, Maria da Penha, Michele Obama, Marta, Joana D’arc, Madona, Malala, Zilda Arns e Anne Frank, são alguns dos nomes que inspiraram as suas aulas.

O projeto também motivou a leitura de livros autoras mulheres, como: O Diário de Anne Frank, Eu sou Malala, Quarto de Despejo- Diário de uma favelada (de Carolina Maria de Jesus), Não vou mais lavar os pratos, Só por hoje vou deixar o meu cabelo em paz, Espelho, Miradouros, Dialéticas da Percepção (estes três últimos de Cristiane Sobral).

Outra ação proposta no projeto foi pedir que os alunos entrevistassem mulheres dos seus próprios círculos sociais (como mães, avós, irmãs ou primas, por exemplo), que eles considerassem inspiradoras, para depois transformarem essas entrevistas em textos autorais (biografia narrada em 3ª pessoa), em português e inglês, que serviram como um dos instrumentos avaliativos do bimestre. Em duplas, os estudantes promoveram a leitura dessas biografias de forma que um aluno lia em português e outro traduzia em inglês, numa espécie de tradução simultânea.

Segundo a professora Raquel Lima Alves, com o projeto os alunos “conheceram histórias de mulheres que desafiaram seus próprios limites, venceram batalhas e entraram para a história. Perceberam a importância de se abordar essa temática na escola visando valorizar a mulher na sociedade e lutar por igualdade e mais direitos, combatendo toda discriminação e violência”, ou seja, o projeto é uma forma de valorizar as mulheres na sociedade em que vivemos, pois motiva os alunos a terem boas referências, exemplos que podem ser seguidos e admirados a respeito do empoderamento e da identidade feminina.

Esta incrível iniciativa está disponível no Banco de Práticas do Instituto Significare e foi selecionada entre os 350 projetos mais Transformadores do Brasil pelo Prêmio Professor Transformador. Inspire-se nessa iniciativa e participe da 2ª edição do Prêmio! Acesse https://significare.org.br/premio/ e inscreva o seu projeto.

* Por medida de segurança, para acessar os projetos do Banco de Práticas é necessário efetuar cadastro. O processo é rápido e a medida preserva as informações dos autores dos projetos.

Voltar

Quer comentar sobre o assunto?

WhatsApp chat