Que tal ver o mundo sob outro ângulo? A arte da fotografia estimula a criatividade dos alunos. Essa atividade pode mudar a maneira como observam o mundo, pois é capaz de explorar habilidades desconhecidas e também de expressar emoções.
Ao utilizar a  no processo de ensino-aprendizagem, é possível apontar possibilidades de olhar o espaço geográfico e levar o aluno a explorar o espaço fora da sala de aula. Desse modo, a fotografia surge como ferramenta de análise e elemento auxiliar na construção do pensamento crítico.
É pensando nisso que o professor Washington Eloi Francisco, idealizou o projeto “Impulso da imaginação – curso de fotografia para jovens” com o intuito de utilizar a arte de fotografar como mecanismo de impacto social, direcionando os alunos do ensino médio para o mercado de trabalho na escola Estadual Ruth Brandão de Azeredo, em Sete Lagoas (MG).
Para conhecer o projeto do professor Washington Eloi Francisco na íntegra, acesse aqui
O projeto é destinado para jovens alunos de periferia e procura a interação destes jovens para um mundo exponencial, entregando a eles uma porta de entrada para profissões do futuro no campo visual. A iniciativa busca também estimular a criatividade que hoje em dia é considerada uma das habilidades mais requisitadas, estando presente em todas as pesquisas sobre habilidades para se desenvolver nas profissões do futuro. Sendo assim, o projeto atende e prepara o aluno para o pós ensino médio, a partir do direcionamento profissional. Com a iniciativa, os alunos aprenderam sobre a história da fotografia, os princípios básicos e tem acesso aos equipamentos para fotografar em aulas práticas, o que promove inclusão digital e tecnológica aos estudantes.
Segundo o professor Washington Eloi Francisco, “Fotografar é algo tão intenso ao olhar de quem pratica, que é algo que não tem limite cultural. Aqui ninguém é preto ou branco, ninguém repara se é menino ou menina. O que importa é o resultado do olhar sensível crítico e artístico de quem fotografa”, ou seja, aprender a fotografar ajuda a abrir os olhos para o que está ao redor, onde os alunos ficam mais atentos aos detalhes, às coisas interessantes ou acontecimentos inusitados, sendo uma boa maneira de despertar a sensibilidade e o olhar artístico de todos. Sendo assim, por meio do projeto, através da fotografia e da linguagem visual, os alunos são estimulados a perceber a realidade ao seu redor e a transformar o papel de agentes, proporcionando a prática da cidadania no ambiente em que vivem.
Esta incrível iniciativa está disponível no Banco de Práticas do Instituto Significare e foi selecionada entre os 350 projetos mais Transformadores do Brasil pelo Prêmio Professor Transformador. Inspire-se nessa iniciativa e participe da 2ª edição do Prêmio! Acesse https://significare.org.br/premio/ e inscreva o seu projeto.

Voltar

Posts Relacionados

Quer comentar sobre o assunto?

WhatsApp chat