Em meio a rotina agitada das cidades, manter o contato com a natureza pode ser uma tarefa complicada, ainda mais para as crianças e adolescentes, que estão passando cada vez mais tempo ligadas às telas dos aparelhos eletrônicos.

Já parou para refletir sobre a importância do contato com a natureza para o desenvolvimento infantil?

Quando a criança interage com a natureza, o desenvolvimento dos sentidos e de habilidades importantes são estimulados. Neste momento os pequenos encontram mais espaço para se divertirem, brincarem e fazerem descobertas que só o meio ambiente pode oferecer. Além disso, especialistas afirmam que manter as crianças em contato com a natureza, mostrando como as árvores crescem, como os pássaros se alimentam e como funcionam as ondas do mar, é a melhor forma de falar para as crianças sobre sustentabilidade e sobre a necessidade de cuidar do planeta.

Pensando nisso, inspirada na iniciativa “Caixas da natureza”, a professora Carolina de Mattos Machado idealizou o projeto “O que cabe nesta caixa?”, uma brincadeira de trocas de experiências e elementos da natureza entre escolas de todo o Brasil para despertar a curiosidade dos alunos e incentivar o contato das crianças com o meio ambiente. As práticas pedagógicas desenvolvidas no projeto promoveram conhecimento regional, cooperação e diversidade aos alunos da EMEF Ângelo Gabriel Boff Guasselli, em Osório (RS).

Para conhecer o projeto da professora Carolina de Mattos Machado na íntegra acesse clicando aqui 

O projeto baseia-se na troca de caixas que são preenchidas com registros e itens que revelam as experiências entre os alunos e a natureza, com o objetivo de inspirar mais e mais crianças para que se conectem com o meio ambiente em todos os cantos do país. Assim, a professora Carolina de Mattos e seus alunos da educação infantil realizaram uma troca de caixas com a Escola Santa Rita de Manaus (AM), onde houve uma troca de elementos da cultura local e compartilhamento do conhecimento regional.

Com o projeto, cada participante brinca com a natureza que vive, explora e experimenta todo o ambiente ao seu redor e quem enviou uma caixa, também recebe outra preparada por outra família ou escola, uma espécie de ‘amigo secreto’ entre famílias e escolas pelo Brasil. Dentro das caixas são colocados objetos, imagens, desenhos com as características naturais de cada região.

Dentre as atividades desenvolvidas no projeto, cita-se as gravações de vídeos e explicações sobre a cultura gaúcha, passeio pelos pontos turísticos do município, leitura e interpretação das lendas locais, observação da cidade de Manaus no Google maps e análise de mapas destacando a distância entre as duas regiões, além de vídeo chamada entre Osório e Manaus para que os alunos participantes pudessem se conhecer e fazer questionamentos sobre o material recebido.

As experiências proporcionadas durante a construção do projeto visaram questões que se relacionam ao autoconhecimento, a noção de pertencimento e a valorização às diversas tradições culturais, permitindo que as crianças observassem mais, prestassem mais atenção ao ambiente ao seu redor, reconhecessem seu território e tivessem um contato maior com a natureza a partir de brincadeiras.

Quanto mais as crianças aprendem sobre a natureza, e tiverem contato com ela, mais elas vão querer preservá-la e, como consequência, vão incentivar todos ao redor a fazer o mesmo. Com o projeto, os alunos passaram a conviver, explorar, participar, expressar e se conhecer, devido ao fato de que a natureza é considerada fator favorável à imaginação infantil que potencializa a criatividade e desperta a curiosidade das crianças.

Esta incrível iniciativa está disponível no Banco de Práticas do Instituto Significare e foi selecionada entre os 350 projetos mais Transformadores do Brasil pelo Prêmio Professor Transformador. Inspire-se nessa iniciativa e participe da 2ª edição do Prêmio! Acesse https://significare.org.br/premio/ e inscreva o seu projeto.

 

* Por medida de segurança de dados, para acessar os projetos do Banco de Práticas é necessário efetuar cadastro. O processo é rápido e a medida preserva as informações dos autores dos projetos.

Voltar

Posts Relacionados

Quer comentar sobre o assunto?

WhatsApp chat