O Prêmio Professor Transformador, uma iniciativa da Base2Edu e da BETT Educar, divulgou os 12 projetos pedagógicos finalistas. A lista está disponível no site da Base2edu, www.base2edu.com.

Os professores autores dos projetos finalistas são de estados como o Maranhão, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Tocantins. Dos doze projetos classificados, dez são da rede pública de ensino.

A iniciativa que reconhece práticas inovadoras de professores de todo o país agradou muito aos educadores que estão transformando as salas de aula em ambientes criativos. Os educadores comentaram sobre a emoção e a importância da classificação na fase final do Prêmio. Vejam os depoimentos emocionados dos professores e professoras finalistas:

“Fiquei muito emocionada, meus alunos cantaram parabéns e vibraram com a notícia! Me sinto honrada por participar do Prêmio. Esse reconhecimento me dá forças para continuar acreditando na busca pela transformação” , comentou a professora de Língua Portuguesa Janaína Fernandes, Minas Gerais.

Francilda Fonseca, do Maranhão, falou da importância do reconhecimento de um projeto em um lugar que os alunos se sentiam esquecidos e desmotivados: “Hoje vejo sujeitos ativos, críticos e esperançosos”.

Mostrar o quanto o meu trabalho sobre metodologias socioemocionais é transformador em uma sociedade como a nossa, é uma satisfação muito grande” – complementou a professora de Ciências Humanas, Flavia Arante de São Paulo..

A professora Mytse Andrea do Rio de Janeiro disse já ter sido premiada antes, mas que o Prêmio Professor Transformador tem a peculiaridade de ter avaliado o seu trabalho de forma mais abrangente: “Isso tem um valor inestimável para mim. Fiquei muito feliz de representar os professores do meu Estado”.

O professor Alberto Rodrigues de São Paulo, comentou que ficou surpreso com a classificação e que o reconhecimento tem grande importância: “Ter seu trabalho reconhecido por profissionais renomados além de proporcionar o sentimento de que estou no caminho certo me dá a oportunidade de trocar experiências com outros profissionais da educação.”

“Fiquei em êxtase, contei para os meus familiares e no trabalho mostrava o celular para conferir se o meu nome estava lá mesmo” – comentou a prof.ª Raelen Brandino, de São Paulo – “Esse reconhecimento mostra que estou no caminho certo e me motiva a buscar sempre novas estratégias em sintonia com os meus estudos acadêmicos e as legislações vigentes – completou

“Quando recebemos um prêmio, temos a certeza de que estamos trilhando o melhor caminho e um reconhecimento em forma de aplausos, prêmio, troféu ou selo, mostra a todos o que fazemos em sala de aula, um lugar mágico, mas que é visto apenas por nós professores e nossos alunos.” – acrescenta a professora do Tocantins, Marcia Adriana

“Muitos professores desenvolvem projetos excelentes nas escolas, mas muitas vezes não se dão conta do potencial transformador de sua ação. Esse reconhecimento nos faz acreditar que estamos no caminho certo na busca por um ensino de qualidade. É um incentivo para que possamos nos motivar ainda mais para fazer a diferença na vida de nossos alunos.” – reflete o professor Henrique Pereira, de São Paulo.

A professora Graziela Boaszczyk de Santa Catarina relatou como foi descobrir a sua classificação: “Foi gratificante e surtiu no meu coração o sentimento de dever cumprido, sabe? A classificação concretizou ainda mais aquilo que eu já buscava e busco no meu dia a dia: fazer a diferença na educação, transformar realidades, construir novos conhecimentos, onde que a criança é a protagonista do aprender. O reconhecimento é importante para estimular outros professores a realizarem atividades inovadoras, e o principal, que busquem a interdisciplinaridade nas atividades pedagógicas.”

Edivanderson Lopes, professor de Matemática do Pará também comentou da importância da classificação: “A classificação no prêmio renova as energias, o ânimo e a vontade de dar o melhor de mim para que continue na luta pela educação, mesmo diante das dificuldades encontradas e as que ainda virão pela frente.”

“Em tempos nos quais a docência é tão pouco valorizada e reconhecida, iniciativas como a da Base2edu e da Bett Educar ajudam a legitimar práticas de professores do país, dando visibilidade a iniciativas de sucesso” – acrescenta a profª de Língua Portuguesa em São Paulo, Raquel Zandonadi.

A cerimônia de premiação do 1º Prêmio Professor Transformador ocorrerá durante a Bett Educar 2020, considerada o maior evento de Educação e Tecnologia da América Latina, programado para acontecer de 12 a 15 de maio, em São Paulo (SP). Os segundos e terceiros colocados em cada categoria irão receber R$2,500 e a oportunidade para apresentar suas iniciativas na edição 2020 da Bett Educar. Já os primeiros colocados de cada categoria receberão prêmios de R$7 mil, além de uma viagem para participar da Bett Educar 2021 em Londres, Inglaterra.

Voltar

Posts Relacionados

Quer comentar sobre o assunto?

WhatsApp chat